Entrevistas

EM em Portugal: “podemos ter orgulho no tratamento”
Dr. Pedro Abreu
22 Fev. 2019

A manhã do dia 15 de fevereiro do 5th International Porto Congress Multiple Sclerosis (5thIPCMS) ficou marcada pelo tema “MS in the World, the World of MS”. No que toca ao caso português, o Dr. Pedro Abreu garantiu que os doentes têm fácil acesso aos exames de diagnóstico, salientando que isso também acontece “na maior parte dos tratamentos que estão disponíveis no mercado”. Assista ao vídeo.

5thIPCMS: “palestrantes internacionais trazem o know-how do que não é investigado em Portugal”
Prof.ª Doutora Maria José Sá
22 Fev. 2019

O 5th International Porto Congress Multiple Sclerosis decorreu entre os dias 14 e 16 de fevereiro, na cidade do Porto. O My Neurologia conversou com a presidente do Congresso, Prof.ª Doutora Maria José Sá, que comenta o sucesso do evento marcado pelas novidades ao nível dos tratamentos.

Biossensores possibilitam melhor diagnóstico e monitorização do doente com EM
Prof.ª Doutora Inês Mendes Pinto
22 Fev. 2019

Numa sessão multidisciplinar sobre a Matemática e a Física na esclerose múltipla (EM), a Prof.ª Doutora Inês Mendes Pinto abordou os princípios e as aplicabilidades dos biossensores. A investigadora falou com o My Neurologia, garantindo que a tecnologia que apresentou “deteta biomarcadores que sejam relevantes para o estudo da EM”. Assista ao vídeo.

Tratamentos para EM primária e secundária progressiva cada vez mais eficazes
Prof. Doutor Giancarlo Comi
22 Fev. 2019

O 5th International Porto Congress Multiple Sclerosis (5thIPCMS) decorreu entre os dias 14 e 16 de fevereiro, no edifício da Ordem dos Médicos, na cidade do Porto. O evento reuniu especialistas internacionais para abordar os avanços e temas mais atuais no tratamento da esclerose múltipla (EM). Exemplo disso foi o Prof. Doutor Giancarlo Comi, que, em entrevista ao My Neurologia, garantiu que os especialistas conseguem, atualmente, “ter um grande controlo no doente e evitar, cada vez mais, o risco de ficarem incapacitados”. Assista ao vídeo.

 

i-PROGNOSIS quer ajudar na deteção precoce da doença de Parkinson através de uma aplicação
Prof.ª Doutora Sofia Balula, i-PROGNOSIS
11 Fev. 2019

11 parceiros, instituições académicas e empresas de seis países, conduzidos pela Aristotle University of Thessaloniki, Grécia, estão envolvidos no projeto i-PROGNOSIS. Em Portugal, a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa (FMH) é uma das duas parceiras deste projeto, cujo objetivo final passa por identificar precocemente os sinais da doença de Parkinson. O My Neurologia conversou com a Prof.ª Doutora Sofia Balula, investigadora da FMH no âmbito deste projeto. Assista à entrevista em vídeo.

5th International Porto Congress of Multiple Sclerosis discute o presente e o futuro da doença
Prof.ª Doutora Maria José Sá, presidente 5th International Porto Congress of Multiple Sclerosis
28 Jan. 2019

O 5th International Porto Congress of Multiple Sclerosis prepara-se para “uma nova edição com novos temas”. Marcado para os dias 14, 15 e 16 de fevereiro, na Ordem dos Médicos do Porto, o encontro vai discutir assuntos pertinentes e atuais na área da esclerose múltipla (EM), fazendo um balanço “do que foi feito até agora e do que falta ainda fazer”. Em entrevista ao My Neurologia, a Prof.ª Doutora Maria José Sá destacou alguns dos principais temas previstos para o Congresso. Assista ao vídeo.

 

Merck celebra 20.º aniversário de terapêutica para a esclerose múltipla
Prof. Doutor João Sá, Dr. Pedro Moura
10 Dez. 2018

Há 20 anos o lançamento da terapêutica da Merck representou uma inovação disruptiva no tratamento da esclerose múltipla, que fez a diferença para os doentes. No dia 30 de novembro, a farmacêutica voltou onde tudo começou, ao Oceanário de Lisboa, para realizar um evento de celebração do vigésimo aniversário de uma solução terapêutica que hoje acompanha milhares de doentes em todo o mundo.

"A enxaqueca é uma doença incapacitante, mas as pessoas com enxaqueca não são incapazes"
Prof.ª Doutora Raquel Gil-Gouveia, neurologista Centro de Cefaleias do Hospital da Luz
10 Dez. 2018

Cerca de 80% dos portugueses que sofrem de enxaqueca sentem-se limitados para cumprir as tarefas diárias, sendo que 50% dos portugueses que sofrem desta doença faltam, em média, quatro dias por mês ao trabalho. As conclusões são do My Migraine Voice, o maior estudo mundial realizado em aproximadamente 11 mil pessoas que sofrem de enxaqueca, incluindo em Portugal, que foi apresentado no último dia 15 de novembro, durante o Congresso de Neurologia. Em entrevista ao My Neurologia, a Prof.ª Doutora Raquel Gil-Gouveia, neurologista do Centro de Cefaleias do Hospital da Luz, assegura que, apesar de ser "uma doença incapacitante", "as pessoas com enxaqueca não são incapazes".

 

Uso de canábis medicinal: um tema “demasiado mediatizado” pela comunicação social?
Prof. Doutor João Sá, Neurologia Centro Hospitalar Lisboa Norte
04 Dez. 2018

O uso de canábis para fins terapêuticos tem sido um dos temas mais debatidos nos últimos tempos, tendo sido aprovado no último mês de maio, pela comissão parlamentar de Saúde, a utilização de medicamentos, preparações e substâncias à base de canábis medicinal. De acordo com o Prof. Doutor João Sá, em entrevista ao My Neurologia, este é um assunto “demasiadamente mediatizado”, sendo que para o neurologista do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) é um “assunto muito simples e linear”. Esta tem vindo a ser discutida como uma hipótese no tratamento dos doentes com esclerose múltipla, reconhecida já como opção terapêutica em alguns países do mundo.

 

Utilização de apps em Neurologia: quais as vantagens?
Dr. Ricardo Soares dos Reis, Hospital São João
24 Nov. 2018

Entre 15 e 17 de novembro, a cidade do Porto foi palco do Congresso de Neurologia de 2018, que reuniu especialistas e neurologistas num debate intenso sobre a aplicação da inteligência artificial e das novas tecnologias na Neurologia. Em entrevista ao My Neurologia, o Dr. Ricardo Soares dos Reis, interno do serviço de Neurologia do Hospital São João, destacou os benefícios da utilização das aplicações móveis por parte dos neurologistas, assentes em três pontos: informação, anatomia e extensão do exame neurológico.

Agenda

Agenda News Farma

Newsletter

Opinião

Crises epilépticas e epilepsias em diferentes ambientes hospitalares
Dr. Nuno Canas, neurologista e neurofisiologista clínico do Hospital Beatriz Ângelo
Défice cognitivo ligeiro pode ser sinal de doença de Alzheimer
Prof. Doutor Joaquim Cerejeira, psiquiatra e diretor clínico da UPPC

PUB

Apoios

LillyNovartisRocheSanofi