Atualidade

Cérebro consegue recuperar funções mesmo que metade seja removido

02 Dez. 2019

Um estudo revela que mesmo que seja removido metade do cérebro a um utente este órgão consegue reorganizar as estruturas de forma a que quase nenhuma capacidade se perca. O caso de partida foi o de uma criança de três anos a quem foi feita uma hemisferectomia devido ao tamanho anormal do cérebro. A condição causava-lhe centenas de convulsões por dia, pelo que o tratamento encontrado foi remover volume.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Opinião

Crises epilépticas e epilepsias em diferentes ambientes hospitalares
Dr. Nuno Canas, neurologista e neurofisiologista clínico do Hospital Beatriz Ângelo

Apoios