Atualidade

Portugal classificado como “razoável” no cuidado a adultos com atrofia muscular espinhal

17 Jun. 2024

Os adultos que vivem com atrofia muscular espinhal em Portugal têm de percorrer longas distâncias para ir a consultas com especialistas na doença e têm dificuldades em encontrar fisioterapeutas com formação específica. Estes são alguns dos pontos negativos do relatório europeu que avalia a forma como são prestados cuidados a adultos com atrofia muscular espinhal (AME) em 22 países europeus. 

Apoios

LundbeckRocheRocheSanofi